Repassar o que sabe: isso é ser bom

Hoje (19), recebi um e-mail da Endeavor, falando sobre delegar, o que me levou a refletir sobre isso.

É bastante fácil e cômodo delegar tarefas quando você não sabe executar aquilo. Mas, e quando você sabe fazer perfeitamente bem? O que fazer quando você é o melhor vendedor, o melhor gerente ou diretor? E quando se trata de delegar a outros essas coisas que são "especialidades" sua? Isso sim mostra que você é bom no que faz. Tão bom que transmite.

 

Aos poucos estamos vendo em nosso meio uma mudança de posicionamento, um pensamento de compartilhamento de ideias, habilidades. E ainda bem por isso!

Fabio Di Giacomo, mentor da Endeavor e especialista em gestão estratégica, fala que, por mais desafiador que seja, delegar coisa que gostamos e que somos bons em fazer é a melhor forma para abrir espaço na agenda afim de cuidarmos de atividades mais estratégicas.

 

Isso envolve mudanças de pensamentos sobre frases como:

"Se quer algo bem feito, faça você mesmo"

"Não confio que alguém faça melhor que eu"

 

Para fazer essa delegação, é preciso transmitir para quem está disposto a fazer e não quem está com tempo de sobra. Delegar é passar determinada tarefa para a pessoa certa, ainda que ela não tenha todas as ferramentas necessárias para tal, mas, a disposição é a primeira da lista.

 

Você não sai perdendo por repassar o que se sabe, isso na verdade é ganho. Ganho para você, para a pessoa que vai aprender, para a equipe e para a empresa. Para avançar é preciso desprender-se de padrões na mente, como esse que tratamos aqui.

Conteúdo mais antigo Conteúdo mais recente